(2/3) Tudo sobre softwares e aplicativos para realidade virtual

(2/3) Tudo sobre softwares e aplicativos para realidade virtual

Para criar uma experiência em realidade virtual você precisa obrigatoriamente de 3 (três) itens: conteúdos imersivossoftwares ou aplicativos de realidade virtual e os óculos de realidade virtual. Nesse artigo vamos falar sobre o segundo pilar: os softwares e aplicativos de realidade virtual.

Softwares e aplicativos de realidade virtual

Uma analogia sobre softwares e aplicativos para realidade virtual

Uma deliciosa massa italiana passa por um processo de seleção dos ingredientes, continua no preparo e termina na apresentação do prato. Vemos na foto apenas a entrega, sem conhecer tudo o que foi preciso fazer para alcançar o resultado final.

Na realidade virtual, os conteúdos imersivos são os nossos ingredientes! Dde qualidade e selecionados de acordo com cada receita (apresentação da experiência). Os óculos de realidade virtual são o prato final! O momento de teste, onde vemos a apresentação, sentimos o cheiro e degustamos o sabor.

Um software ou aplicativo de realidade virtual é o processo de preparo. É a transformação dos ingredientes (conteúdo imersivo) em um prato, servido de maneira a realçar nossas sensações (óculos de realidade virtual). Os softwares e aplicativos são os responsáveis pela experiência de imersão. Eles fazem o prato ser um sucesso ou um fracasso.

Entendendo os softwares e aplicativos VR

Podemos dizer que os softwares e aplicativos de realidade virtual são o mecanismo de entrega dos conteúdos imersivos. Precisamos ter clareza no entendimento disso: sem um software ou aplicativo, não há como criar uma experiência de imersão virtual.

Ao vestir os óculos de realidade virtual, os conteúdos imersivos não são apresentados de forma imersiva automaticamente. Eles precisam de um software ou aplicativo para fazer essa conexão. 

Os softwares e aplicativo de realidade virtual são os responsáveis por realizar a imersão dentro do ambiente virtual! Eles transmitem essa imersão para a tela e lentes dos óculos.

A importância dos softwares e aplicativos VR

Eles são os grandes responsáveis pelo sucesso ou fracasso de uma experiência de imersão. Na maioria das vezes, problemas relacionados a desconforto (durante o uso dos óculos) são ocasionados pelos aplicativos e softwares. Não são os óculos, nem o conteúdo imersivo.

Softwares e aplicativos de qualidade são desenvolvidos respeitando as especificações da tecnologia de realidade virtual. Uma bateria de testes deve garantir estabilidade e conforto. Nenhum item pode ser negligenciado.

Sensações de desconforto são diferentes de uma pessoa para outra. Pode ocorrer tonturas, náuseas, vertigens ou ânsia de vômito. Nas literaturas em inglês, essas reações são denominadas de “motion sickness”). É importante destacar que esses tipos de desconforto não ocorrem com frequência.

Essas são situações extremas. Grande parte dos desconfortos não ocasionam tais reações em nosso corpo, apenas atrapalham um pouco a experiência de imersão virtual. A solução para essas situações está na constante melhoria dos softwares e aplicativos. Soluções de qualidade não ocasionam desconforto nas pessoas.

Aplicativos X Softwares

A nomenclatura aplicativo passou a ser usada após o surgimento dos dispositivos mobile (smartphones e tablets). Passamos a chamar  de aplicativo aqueles programas desenvolvidos para uso em dispositivos mobile. Já software é a nomenclatura usada para os programas instalados em computadores (ou acessados online).

Em geral, todos são programas. O que muda é plataforma onde eles são instalados e acessados. Hoje, se tornou comum chamarmos de aplicativo tanto os programas para tablets e smartphones quanto os programas para computador. O que fazemos é a distinção de aplicativo para computador e aplicativo mobile.

Quando se trata de realidade virtual, é possível criar aplicativos VR para computadores e aplicativos VR para smartphones.

O uso de computadores no processo de realidade virtual requer um maior investimento. Os poucos modelos de óculos de imersão para computador são mais caros. Além disso, é necessário um computador potente, de alto desempenho. Já o uso de smartphones permite que as experiências de imersão sejam mais acessíveis (seja em valor ou quantidade de pessoas).

Aplicativos X Óculos

Existem aplicativos que só funcionam com determinados modelos de óculos. Por exemplo: o Oculus Rift e o HTC Vive são modelos para computadores. Alguns aplicativos são criados para os dois modelos. Outros, apenas para o Oculus Rift e ainda há aqueles apenas para o HTC Vive.

Em smartphones acontece o mesmo: alguns apps são desenvolvidos apenas para Android e outros para iOS. Mas, há aqueles que são desenvolvidos para as duas plataformas. Ainda temos o caso dos óculos Samsung Gear VR. Neste caso, os apps são Android, mas criados de uma forma diferente. Eles só funcionam quando o o smartphone é conectado aos óculos.

Há lojas online onde você pode buscar por aplicativos cada modelo de óculos. Na Oculus Store você encontra aplicativos para o Oculus Rift e o Gear VR. Na loja SteamVR você pode baixar aplicativos para o Oculus Rift e HTC Vive. Para os modelos de óculos estilo Cardboard (que usam smartphone) é possível buscar diretamente na Google Play (Android) e App Store (iOS).

Aplicativos X Conteúdo Imersivo

Os conteúdos imersivos podem influenciar diretamente nos softwares ou aplicativos utilizados (computador ou smartphones). Eles também influenciam nos modelos de óculos de realidade virtual a serem usados. Sugerimos que toda essa definição esteja detalhada no escopo do projeto, no levantamento dos requisitos. Desta forma fica mais fácil avaliar se a melhor solução está em um app de mercado ou no desenvolvimento personalizado.

Aplicativos de mercado X Softwares personalizados

Para atender uma demanda de realidade virtual, a primeira alternativa é buscar um aplicativo de mercado nas lojas. Outra possibilidade é orçar o desenvolvimento de um aplicativo personalizado com uma empresa especialista? Qual a melhor solução? Bom, isso é relativo. Depende muito da sua necessidade e de todo o escopo do seu projeto.

Sugerimos buscar primeiro por uma solução já existente no mercado. Em geral, soluções que já possuem clientes tendem a estar mais maduras e a necessitar de um investimento menor (mas nem sempre isso não é regra). Avalie muito bem o que ela oferece e compare com você precisa. 

Você opta por desenvolver softwares e aplicativos personalizados quando não encontra uma solução pronta no mercado. Essa é também uma ótima alternativa quando o projeto possui características muito particulares. Uma forte demanda por customização pode ser um indicador de que seja necessário criar algo novo. 

Você opta desenvolver softwares ou aplicativos personalizados quando os requisitos do projeto são específicos ao ponto que nenhuma solução de mercado consegue atender.

E você? Já contratou softwares de realidade virtual? Já criou um aplicativo personalizado para a sua demanda?

Maicon Klug
maicon@imersiovr.com
CEO
Imersio

2 Comments

  1. Mario

    E possível colocar um vídeo ao vivo e ter interação com as pessoas convidadas na pagina do Facebook

    • imersiovr

      Olá Mario! Tudo bem?
      Sim, é possível realizar uma live em 360°. Para isso você precisa de uma câmera 360°. O Facebook já dá suporte para lives nesse formato.
      Abraços!

Deixe sua pergunta ou comentário